FAÇA SEU PEDIDO POR WHATSAPP!

Conservação e Perecibilidade

Sobre a conservação dos cogumelos, exceto os desidratados, todos devem ser mantidos na geladeira, pois isso desacelera enormemente sua decomposição.

Já no que diz respeito aos prazos de validade dos cogumelos, diversos fatores interferem na quantidade de dias em que eles podem ser consumidos, tais como: temperatura ambiente, umidade, manuseio, contaminação cruzada, acondicionamento, embalagem, etc., então vou listá-los abaixo partindo da data da colheita, cada um dos principais cogumelos tendo um prazo aproximado de validade:

Shiitake: dura bem até 2 ou 3 semanas se refrigerado, mas se ainda assim não consumir, pode congelá-los in natura que ele não perde as propriedades e nem o gosto se feitos refogados ou em qualquer receita que vá ao fogo.

Paris e Portobello: ficam bem até 2 semanas (não se preocupe com o aspecto) e também podem ser congelados in natura caso não sejam consumidos. E em relação ao preparo depois de congelados, também recomenda-se que sejam feitos em receitas que vão ao fogo/forno.

Shimeji e o Hiratake: são mais frágeis; de 5 dias a 8 dias (mais ou menos) e só devem ser congelados depois de preparados no fogo/forno.

Eryngui: é o mais frágil de todos, durando de 5 dias a uma semana, mas também pode ser congelado depois de preparado no fogo/forno.

Para preparar saladas ou qualquer outro prato que não vá ao fogo/forno, o ideal é que todos sejam consumidos em até 5 dias depois de colhidos, mas isso não tem a ver com qualquer mal que o consumo pode causar depois destes prazos, mas sim com a textura, consistência e apresentação dos cogumelos. E como os cogumelos absorvem água, para os que podem ser congelados, recomendo que sejam fatiados antes para que os cristais de gelo que se formam na estrutura deles não prejudiquem muito o aspecto deles após o congelamento.